• 22 Setembro, 2017, 16:09:16

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão

Autor Tópico: Entrevista a Zé Carlos  (Lida 6211 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Luís Pereira

  • Membro
  • ****
  • Localidade: Loures
  • Mensagens: 953
  • Sexo: Masculino
  • Prefiro o silêncio dos meus discus
Entrevista a Zé Carlos
« em: 30 Julho, 2011, 19:27:57 »
ENTREVISTA


Zé Carlos - criador de discus


1. Ser criador foi uma opção natural e de continuidade na aquariofilia ou uma decisão mais empresarial?

R: Foi um conjunto das três situações.


2. Com tantos peixes ornamentais que a aquariofilia tem, como escolheu os discus?

R: Comecei por manter e criar escalares durante cerca de um ano,a evolução natural foi passar aos discus,peixes pelos quais sempre tive uma admiração especial.


3. Idealizou a sua fishroom naturalmente? Como e quando decidiu avançar com esse projecto?

R: A minha fishroom é o culminar das varias formas e maneiras de como já tinha tido antes da forma como tenho a montagem dos meus aquários,é relativamente fácil fazer as manutenções diárias e acima de tudo mais económica a nível de custos quer ao nível da electricidade quer ao nível de consumos de agua.

4. Gostaríamos que nos descrevesse com algum pormenor as suas instalações particularmente ao nível de equipamentos e processos de manutenção. Como sabe esta abordagem é a que maior interesse suscita nos nossos membros, não no sentido de serem desvendados, segredos mas de saber o que está por detrás do palco e como funciona.





R: O meu sistema é composto por 14 aquarios
6-cubos 50x50x50
2-aquarios 100x50x50
3-aquarios 75x50x50
3-aquarios 45x50x50

O sistema está todo interligado por furação individual nos topos em cada aquários que por sua vez estão ligados a uma tubagem de 20mm que serve de esgoto. A parte traseira superior dos aquários tem um sistema de rega acoplado que serve para entrada de agua limpa permanentemente. Os cubos de criação tem todos um tijolo colado lateralmente para efeitos de deposito dos ovos por parte dos casais.
O meu sistema de filtragem é o mais simples de todos,consiste em filtros de esponja ligados a bombas de ar


5. Um membro comum confronta-se muitas vezes com o “arranjar tempo” para as manutenções, nomeadamente, TPAs e limpeza dos sistemas de filtragem. A nível “profissional”,como consegue gerir estas situações?

R: O meu sistema está totalmente automatizado ou seja posso ausentar-me que faz a mudança de agua sozinho.

6. O drama de quem se depara com alevins num aquário é o da sua alimentação. No caso de um criador este factor é decisivo no sucesso do desenvolvimento das crias o que obriga normalmente a repetições de refeições diárias, assim como um stock de alguns “vivos” recém eclodidos para alimentar aquelas minúsculas bocas. Pode falar um pouco sobre os seu métodos?

R: Neste momento estou a utilizar a modalidade de manter os alevins juntos dos pais até que comam uma papa especial feita por mim,assim sendo não tenho necessidade de estar a eclodir artemia ou fazer uso de outra qualquer comida viva.

7. Será possivel em Portugal abordar a criação de peixes enquanto actividade rentável ou mantemos maioritariamente os projectos feitos com alguma, para não dizer muita carolice, sendo que os lucros são mais para manter o “vício” do que realmente reter receitas?

R: Enquanto as mentalidades não mudarem ao ponto de se preferir o produto nacional em vez do importado vai dando para auto sustentar e manter o vicio.





8. Existe capacidade de procura que possa responder à sua capacidade enquanto criador? Que peso poderão representar os lojistas neste contexto?

R: Os lojistas são uma parte integrante do escoamento das varias criações no entanto tal qual como referi na pergunta anterior continua-se a dar preferência aos discus importados com especial insidencia nos oriundos dos países asiáticos.
 

9. Que aconselharia a alguém que já tendo experiência neste hobby resolva avançar para um projecto de criação?

R: Muita paciência e ponderação sobre pelo melhor projecto a optar. Cada caso é um caso.



10. No seu caso particular como vê o futuro, crescer, manter-se ao actual nível ou outra opção ainda?

R: Para a frente é que é o caminho no entanto dado á actual contingência económica do pais há que pensar muito bem porque da forma como estão as coisas pode-se tornar perigoso qualquer tipo de investimento
  

11 Que papel pode desempenhar um fórum no apoio aos criadores e consequentemente na dinamização deste hobby?

R: Graças aos fóruns hoje em dia é possível tornar quase banal a manutenção destes peixes e até a sua criação. Os fóruns neste momento contêem a informação suficiente para o fazer,nomeadamente o forumdiscus.com, totalmente especifico sobre a espécie discu.

12. Como fundador do Fórum Discus, o que idealizou cumpriu-se. Isto é, aquilo que sempre desejou para o fórum está a concretizar-se? Quais as metas definidas para o futuro?

R: Sim,está no bom caminho,graças á colaboração de todos,obviamente uns mais experientes que outros. O futuro só a Deus pertence,
no entanto penso que com uma boa dedicação dos membros tanto a nível de dinamização como de participação o futuro é uma meta ao nosso alcance.Quando o idealizei foi com este pensamento,pois de outra forma não o teria feito.
« Última modificação: 30 Julho, 2011, 20:19:08 por Luís Pereira »

Offline LuisFS

  • Membro
  • *
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens: 26
Re:Entrevista a Zé Carlos
« Responder #1 em: 18 Fevereiro, 2016, 16:45:25 »
Zé, continua na sua "modalidade" de não alimentar os alevins com artémia recém eclodida? Ficam a alimentar-se exclusivamente do muco dos pais até que idade?

Online Zé Carlos

  • Administração
  • Membro
  • *****
  • Localidade: Amadora
  • Mensagens: 3890
  • Sexo: Masculino
    • Fórum Discus.com
Re:Entrevista a Zé Carlos
« Responder #2 em: 18 Fevereiro, 2016, 19:13:46 »
boas

sim continuo com a minha modalidade  :717312: Winner :337199:

ficam cerca de 1 mês ou até começarem a depenicar granulado no fundo do aquario
« Última modificação: 18 Fevereiro, 2016, 23:48:44 por Zé Carlos »
ABRAÇO

Offline LuisFS

  • Membro
  • *
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens: 26
Re:Entrevista a Zé Carlos
« Responder #3 em: 18 Fevereiro, 2016, 20:12:05 »
Boa! sempre pensei que fosse necessário alimentar com artemia para terem hipóteses de sobreviver.
Isso funciona para posturas grandes? Os pais aguentam-se? Qual o número médio e máximo que conseguiste em posturas com esse método?
Obrigado!

Online Zé Carlos

  • Administração
  • Membro
  • *****
  • Localidade: Amadora
  • Mensagens: 3890
  • Sexo: Masculino
    • Fórum Discus.com
Re:Entrevista a Zé Carlos
« Responder #4 em: 18 Fevereiro, 2016, 22:46:08 »
boas

o granulado que uso é a base de farinha de peixe (cheira a sardinha fishing :337199:)
o granulado que dou aos pequeninos é moído por mim muito pequenino afunda lentamente o que faz com que pareça artemia recém eclodida quando passa pelos peixes

nota: são peixes de cativeiro que nada tem a haver com selvagens e ainda assim os selvagens na natureza tambem não comem artemia porque não existe artemmia salina em agua doce  :337199:
ABRAÇO

Offline LuisFS

  • Membro
  • *
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens: 26
Re:Entrevista a Zé Carlos
« Responder #5 em: 18 Fevereiro, 2016, 22:57:53 »
É verdade mas na natureza existem "outros bichinhos" que eles comem.
De qualquer das formas a artemia dá-se pouco depois de nascerem e a tal farinha que lhes dás é, segundo percebi, apenas a partir de um mês de idade. Ou durante esse primeiro mês dás-lhes essa tal farinha? É porque existe também o perigo de durante esse mês que estão com os pais, eles quererem fazer outra postura e os comerem...

Online Zé Carlos

  • Administração
  • Membro
  • *****
  • Localidade: Amadora
  • Mensagens: 3890
  • Sexo: Masculino
    • Fórum Discus.com
Re:Entrevista a Zé Carlos
« Responder #6 em: 18 Fevereiro, 2016, 23:08:54 »
normalmente ao fim de mais ou menos 15 dias os pequeninos começam a debicar pelo chão do aquario
seja restos de comida seja caganitas dos pais nessa altura introduzo o granulado igual ao dos pais só que mais moído

quanto aos pais quererem fazer outra postura e comerem os filhos a acontecer é porque o casal não é bom para criar e nestas coisas como em muitas outras ou são bons ou não são bons :6160: :6160:
ABRAÇO

Offline LuisFS

  • Membro
  • *
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens: 26
Re:Entrevista a Zé Carlos
« Responder #7 em: 19 Fevereiro, 2016, 10:09:50 »
Ok, então estão 15 dias exclusivamente com muco e depois acabam por comer o mesmo granulado que os adultos mas mais moído.
A resultar é uma boa técnica que "poupa" imensas chatices com a história da artémia.
Vou experimentar com uns escalares a ver se resulta por aqui.

Costumas ter perto de 100% de sucesso em termos de sobrevivência da prol, incluindo posturas grandes?

Acredito que para quem vai tirando umas posturas em casa seja uma "escolha" que se possa fazer, a nível comercial penso que seja melhor retirar os pais de forma a efectuarem outra postura o mais rapidamente possível, não me parece que se dêem ao luxo de escolher apenas os "bons pais".

Quero também agradecer-te a partilha da experiência!
 

Online Zé Carlos

  • Administração
  • Membro
  • *****
  • Localidade: Amadora
  • Mensagens: 3890
  • Sexo: Masculino
    • Fórum Discus.com
Re:Entrevista a Zé Carlos
« Responder #8 em: 19 Fevereiro, 2016, 17:14:57 »
boas

hoje em dia na criação exclusivamente comercial grande parte dos produtores criam o alevins artificialmente separados dos pais penso eu

para mim o maior gozo é ver os alevins juntamente com os pais (criação natural)
ABRAÇO

Offline LuisFS

  • Membro
  • *
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens: 26
Re:Entrevista a Zé Carlos
« Responder #9 em: 19 Fevereiro, 2016, 17:18:29 »
boas

hoje em dia na criação exclusivamente comercial grande parte dos produtores criam o alevins artificialmente separados dos pais penso eu

para mim o maior gozo é ver os alevins juntamente com os pais (criação natural)

Tendo em conta que a partir dos 15 dias já comem sozinhos e são autónomos acaba por ser também para os proteger a eles próprios dos pais.

Online Zé Carlos

  • Administração
  • Membro
  • *****
  • Localidade: Amadora
  • Mensagens: 3890
  • Sexo: Masculino
    • Fórum Discus.com
Re:Entrevista a Zé Carlos
« Responder #10 em: 19 Fevereiro, 2016, 20:25:42 »
boas

criação artificial

os ovos são retirados dos pais eclodindo em recipiente á parte
ABRAÇO

Online Zé Carlos

  • Administração
  • Membro
  • *****
  • Localidade: Amadora
  • Mensagens: 3890
  • Sexo: Masculino
    • Fórum Discus.com
Re:Entrevista a Zé Carlos
« Responder #11 em: 19 Fevereiro, 2016, 20:40:25 »
foto (TBDISCUS)exemplificativo de taxa de crescimento
« Última modificação: 19 Fevereiro, 2016, 20:41:23 por Zé Carlos »
ABRAÇO

Offline LuisFS

  • Membro
  • *
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens: 26
Re:Entrevista a Zé Carlos
« Responder #12 em: 19 Fevereiro, 2016, 22:12:37 »
Por acaso tinha visto essa imagem hoje no facebook.
Estes parece que ficam com os pais até aos 15 dias de idade.

Os "profissionais" retiram logo os ossos dos pais e como fazem nos primeiros dias enquanto supostamente ainda estão agarrados? Deixam-nos ir caindo para o fundo?

Online Zé Carlos

  • Administração
  • Membro
  • *****
  • Localidade: Amadora
  • Mensagens: 3890
  • Sexo: Masculino
    • Fórum Discus.com
Re:Entrevista a Zé Carlos
« Responder #13 em: 19 Fevereiro, 2016, 23:21:54 »
alimenta nos artificialmente

https://youtu.be/WbGtzAomdIE
ABRAÇO